Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

África Conta com um Novo Sistema Pan-Africano de Pagamentos e Liquidação

O Banco Africano de Exportações e Importações (AfreximBank) e o Secretariado da Área de Comércio Livre Continental Africano (AfCFTA) anunciaram a implementação operacional do Sistema Pan-Africano de Pagamentos e Liquidação denominado PAPSS.

O PAPSS é uma infra-estrutura revolucionária de mercados financeiros construída para permitir pagamentos transfronteiriços instantâneos em moedas locais entre os mercados africanos.

A infra-estrutura servirá como uma plataforma continental que simplifica as transacções transfronteiriças e reduz a dependência de moedas fortes, essencialmente impulsionando o comércio intra-africano.

Só para se ter ideia da importância deste projecto, quando for totalmente implementado, o PAPSS poderá economizar para o continente mais de 5 bilhões de dólares em custos de transacção de pagamento a cada ano.

O PAPSS não está posicionado para substituir os sistemas de pagamentos regionais e nacionais existentes

AfreximBank-AfCFTA-PAPSc-comércio-Pagamentos--continente-african-oBenedict-Oama-Mike-AfreximBank-AfCFTA-PAPSc-comércio-Pagamentos--continente-african-oBenedict-Oama-Mike-ogbalu-infra-estrinfra-estrutura
Benedict Oramah, presidente do AfreximBank

Falando à margem da cerimônia de lançamento da infra-estrutura intra-africana, o presidente do conselho administrativo do AfreximBank, Benedict Oramah, disse:

Com a implementação do PAPSS, a África pode esperar começar a colher os frutos do Acordo de Livre Comércio Continental Africano.

 

O Afreximbank tem orgulho de ter contribuído para a realização do sonho de várias décadas que parecia inatingível a apenas alguns anos atrás.

Segundo Benedict Oramah, o PAPSS não está posicionado para substituir os sistemas de pagamentos regionais e nacionais existentes, mas para colaborar e trabalhar com estes sistemas na melhor integração das economias africanas para o benefício de todos.

Benedict Oramah aproveitou também a sua intervenção para agrader à União Africana, ao Secretariado do AfCFTA, ao Instituto Monetário da África Ocidental e aos bancos centrais africanos pelo resultado notável que é este projecto.

O “PAPSS definirá agora os seus objectivos na integração do resto do continente…”.

AfreximBank-AfCFTA-PAPSc-comércio-Pagamentos--continente-african-oBenedict-Oama-Mike-AfreximBank-AfCFTA-PAPSc-comércio-Pagamentos--continente-african-oBenedict-Oama-Mike-ogbalu-infra-estrinfra-estrutura
Mike Ogbalu, CEO da PAPSS

Por sua vez, o CEO do PAPSS, Mike Ogbalu, disse que o sistema de pagamento é projectado para ser uma ferrovia fundamental que conecta os mercados africanos uns aos outros e permite que indivíduos, empresas e governos no continente negociem uns com os outros sem problemas.

Desta forma, o “PAPSS proporcionará um novo ímpeto para que as empresas se expandam mais facilmente em toda a África, essencialmente eliminando as fronteiras que existiam anteriormente”, disse Mike Ogbalu.

De acordo com o CEO, o PAPSS já demonstrou aptidão através do seu teste piloto bem-sucedido e da sua prova de conceito na região WAMZ, uma região com a diversidade e complexidade previstas no contexto africano mais amplo, isto é, uma região multilíngue, multimoedas, multirreguladores, etc.

Após a realização deste marco, o PAPSS definirá agora os seus objectivos na integração do resto do continente nesta infra-estrutura crítica, integrando Sistemas de Pagamentos Nacionais, Sistemas de Pagamentos Regionais e outros provedores de serviços financeiros.

Concluiu Mike Ogbalu.

LEIA TAMBÉM


Binance Encerra Seus Serviços na África do Sul

MoneyGram Permitirá Pagamentos Internacionais em Moedas Digitais através de Moedas Locais