Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Banco Popular da China Instrui Proibição Imediata das Actividades Relacionadas a Criptomoedas

O Banco Popular da China emitiu nesta semana um aviso a várias instituições financeiras do país instruindo-as a parar de lidar com transações de criptomoedas.

Com certeza, o Banco Popular da China (PBoC, na sigla em inglês) tem como objetivo proteger os cidadãos chineses e impedir a expansão das criptomoedas, sobretudo o Bitcoin.

O PBoC discutiu o assunto com empresas de serviços financeiros, tais como:

  • O Banco Industrial e Comercial da China;
  • Banco Agrícola da China,
  • Banco de Construção,
  • Banco de Poupança Postal,
  • Banco Industrial e Rede Alipay da China.
China-banco-popular-criptomoedas-Bitcoin-moeda-popular

O PBoC afirma que as actividades de comércio com criptomoedas perturbam a ordem económica e financeira normal.

Segundo o banco, as criptomoedas geram riscos de transações ilegais, lavagem de dinheiro e violam a segurança da propriedade dos cidadãos.

Detalhes do aviso do PBoC.

China-banco-popular-criptomoedas-Bitcoin-moeda-popular

No aviso emitido nesta segunda-feira, o PBoC disse:

As instruções de pagamentos e bancos da China devem implementar diretrizes rigorosas sobre os riscos do Bitcoin, riscos de financiamento de emissão de tokens e outros requisitos regulatórios.

 

As instruções financeiras não devem fornecer abertura de conta ou registro para actividades relacionadas a criptomoedas, acrescentou o Banco Popular da China.

Após o anúncio do Banco Popular da China, o preço do Bitcoin (BTC) caiu para US $ 31.700 por unidade, mas o Bitcoin conseguiu voltar acima da US $32.000.


LEIA TAMBÉM


Irão Suspende Actividades da Associação Iraniana de Blockchain

Fique Atento à Protecção de Carteiras de Criptomoedas Contra Ataques Cibernéticos