Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Bancos Sul-Coreanos Declaram que Apenas Quatro Exchange Sobreviverão Após Setembro

Bancos Sul-Coreanos acreditam que apenas as quatro maiores exchange de criptomoedas do país sobreviverão após 24 de Setembro.

O Governo Sul-Coreano esclareceu a sua postura em relação as criptomoedas afirmando que vai adoptar as criptomoedas, mas de uma maneira que evite a lavagem de dinheiro e outras fraudes relacionadas às criptomoedas.

Portanto, o governo pediu a todas as exchange de criptomoedas do país que adoptassem as políticas de combate à lavagem de dinheiro (AML) até 24 de Setembro ou não será possível que as exchange continuem a operar no país.

O governo também decretou que as exchange devem fazer uma parceria com um banco aprovado no país e manter seu fiat em contas bancárias de rampa que serão abertas com os seus bancos parceiros e monitorados para impedir qualquer tipo de comportamento ilegal.

Exchange-bithumb-criptomoedas-banco-da-coreia-do-sul-bancos

Por tudo isto, apenas as quatro maiores exchange da região conseguem oferecer os seus serviços aos clientes e estabelecer parcerias com bancos reconhecidos no país, essas são, nomeadamente:

  • UpBit;
  • CoinOne;
  • KorBit;
  • Bithumb.

Bancos Sul-Coreanos não podem fazer parceria com exchange.

Exchange-bithumb-criptomoedas-banco-da-coreia-do-sul-bancos-

A decisão tomada pelo governo não agradou nem as exchange nem os bancos, tanto que, muitos dos bancos não querem estabelecer parcerias com as exchange, e há uma boa razão por trás deste facto.

Segundo as novas regras estabelecidas pelo governo, o banco que deseja fazer parceria com uma determinada exchange terá que arcar com os riscos envolvidos e terá que fazer suas próprias verificações de antecedentes.

Logo, para evitar riscos desnecessários, os bancos decidiram não estabelecer parcerias com as exchanges, por isso acreditam que apenas as quatro maiores exchange sobreviverão após setembro.


LEIA TAMBÉM


Bithumb Proíbe Clientes de Negociar Bitcoin

Governo Americano Vende Bitcoins Apreendidos Por 19 Milhões de Dólares