Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Binance quer investir em África | Bitcoin Angola

Exchange vai expandir seus projectos pra o continente africano

África é um continente com mais de 1,2 bilhão de consumidores, com economias em desenvolvimento em rápido crescimento e centenas de milhões de pessoas sem banco. Como tal, o continente oferece muitas oportunidades para novos empreendimentos de criptografia e Binance está ansioso para explorar este mercado.

Binance chega à África
A Binance quer investir em África e chega aos projetos africanos, Benjamin Rameau, diretor da Binance Labs, publicou na sexta-feira uma explicação sobre o compromisso da empresa de investir em África e pediu aos apoiadores que ajudem a conectá-los a projetos africanos. Ele proclamou: “Não temos sedes, nem escritórios nem fronteiras geográficas. Somos tão africanos quanto asiáticos ou europeus. A revolução do blockchain será global e a Binance Labs considerará investimentos em todos os países não sancionados. Em África, nos sentimos muito em casa e queremos implantar nosso capital lá ”.

A empresa está se voltando para a África não por caridade, ou até mesmo pela necessidade de diversificar seu portfólio globalmente, mas com um lucro puro. Ele vê o investimento no continente como o último jogo contrário de nossos tempos, como explicou Rameau: “A partir de 2018, a visão de consenso sustenta que o século 21 pertence à Ásia; No entanto, acreditamos que será a vez da África surpreender. Investir hoje na África pode ser o melhor comércio do século ”.

Um futuro africano
Uma multidão de fatores apoia a previsão de que o continente será a maior oportunidade de investimento do nosso tempo. Por exemplo, numa época em que muitas economias desenvolvidas estão sofrendo com o envelhecimento da população e com o encolhimento de mão-de-obra, a África desfruta de uma grande e crescente população jovem. Além disso, há vários motivos pelos quais os projetos de criptografia são especialmente adequados para participar desses desenvolvimentos. A principal delas é que, embora uma indústria bancária entrincheirada nos países ricos possa tentar bloquear novas tecnologias que possam colocar em risco seus lucros, muitas partes de África não têm esse impedimento e podem, assim, saltar diretamente para a era da infraestrutura financeira baseada em criptografia.

A Binance é uma exchenge/casa de câmbio de moedas digitais com uma óptima reputação.

E aqui por nós, estou muito feliz com essa notícia, e acredito que África está aberta ao mundo das criptomoedas, espero que os governos africanos estejam de mãos abertas e que daqui há 10 anos África seja uma Grande referência em moedas digitais.

Como as empresas líderes em criptomoedas devem ajudar a avançar novos projetos africanos? Compartilhe seus pensamentos na seção de comentários abaixo.

Escreva o seu comentário