Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Binance Responde Ao Alerta da Autoridade Financeira da África do Sul

A Binance respondeu o alerta emitido pela Autoridade de Conduta do Sector Financeiro da África do Sul e disse que a exchange não presta nenhum tipo de serviço relacionado à criptomoedas em Seychelles, África do Sul.

A FSCA informou ontem, 3 de setembro, que a Binance não está regulamentada e nem podia operar no país. O aviso surge depois que a Autoridade recebeu informações de que o grupo estava oferecendo serviços sobre criptomoedas através de um canal de Telegram.

A Binance reconheceu ter sim um grupo no Telegram, no entanto, esclareceu que serve apenas para educação e anúncios sobre blockchain e criptomoeda.

A exchange acrescentou dizendo que os usuários devem estar atentos com os golpistas e prestar atenção em alguns detalhes que em primeira mão parecem mínimos mas que podem fazer total diferença.

Situação regulatória na África do Sul

A FSCA proibiu algumas empresas de oferecer serviços relacionados à criptomoedas por não estarem devidamente regulamentadas. A Bitcoin Xpress faz parte de umas destas empresas.

O governador do Banco Central do país, Lesetja Kganyago, recentemente, falou em uma entrevista sobre a necessidade de regulamentação do sector. 

Lesetja Kganyago, Governador do Banco Central da África do Sul

No entanto, o governador explicou que a criptomoeda não é uma moeda, mas um sim um activo e, devido o aumento de fraude no país, as autoridades têm trabalhado para regulamenta-los.

Além disso, espera-se que o Banco Central da África do Sul termine os seus estudo sobre as potencialidades das CBDCs até 2022 e que possa emitir uma moeda digital de banco central (CBDC).


LEIA TAMBÉM


África do Sul Junta-se à Lista de Países Que Emitem Alerta Contra a Binance

BNA: Bancos Devem Aumentar o Dinheiro nos ATMs e Devem Estar Abertos Até aos Sábados

%d bloggers like this: