Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Bitcoin Ajuda UNICEF a Apoiar Programas Pelo Mundo

O Fundo Internacional de Emergência das Nações Unidas Para a Criança (UNICEF) recebeu uma doação de 1 milhão de dólares em Bitcoin na última semana por meio da sua CryptoFund lançada em 2020, e do seu Fundo de Inovação.

A doação do Bitcoin foi feita a dois órgãos da UNICEF. Um deles é o UNICEF CryptoFund, um novo meio financeiro que permite ao órgão das Nações Unidas (ONU) receber, manter e desembolsar criptomoedas.

O Fundo de Inovação da UNICEF, o segundo órgão em causa, é um fundo conjunto projectado especificamente para financiar tecnologias de código aberto em estágios iniciais que podem beneficiar as crianças.

A doação foi feita pela empresa Huobi Global, um conglomerado de criptomoedas mais conhecido pela sua exchange de criptomoedas e serviços de comércio institucional.

Huobi-bitcoin-criptomoedas-criptomoeda-unicef-fundo-onu-

A iniciativa da Huobi representa, assim, um dos primeiros movimentos envolvendo o Bitcoin na história da UNICEF, sendo o fundo, por outro lado, mais um canal que se abre para a maior adopção das criptomoedas no futuro.

Bitcoin para o mundo

O Fundo de Inovação da UNICEF recebeu, até agora, contribuições de 34,9 milhões de dólares, sendo 2.267 Ethereum e 8 Bitcoin.

Os dois fundos visam ajudar a promover o desenvolvimento e a inovação global da tecnologia blockchain com o potencial de criar um impacto positivo nas crianças e jovens de todo o mundo.

Os fundos também fornecem investimentos fiduciários e em criptomoedas para startups em estágios iniciais para ajudar a acelerar a inovação tecnológica de modo a beneficiar crianças em todo o mundo.

Ao distribuir fundos em criptomoedas, a UNICEF, doadores, destinatários e o público podem rastrear para onde os activos estão a ser direccionados e como estão a ser gastos, proporcionando um nível sem precedentes de transparência no financiamento e no espaço das Organizações Não Governamentais (ONGs).

Por que a UNICEF aceitou criptomoedas?

Justificando a aceitação de criptomoedas pelo órgão, Thomas Davin, Director do Escritório de Inovação da UNICEF, disse:

O Fundo de Inovação da UNICEF é um fundo conjunto de 34,9 milhões que investe em tecnologias emergentes de código aberto e em estágios iniciais, com potencial para beneficiar crianças em escala global.

Sobre as criptomoedas e a tecnologia blockchain, Thomas Davin disse:

Não vimos nenhum outro cluster de tecnologia com crescimento mais acentuado nos últimos anos, ou mais potencial para resolver qualquer problema concebível do que Bitcoin, Ethereum e outros aplicativos de tecnologia de blockchain.

Por outro lado, o CryptoFund fez, até agora, mais de 12 investimentos em empresas de tecnologia para ajudar as economias em desenvolvimento e emergentes que receberam anteriormente até 100.000 dólares do Fundo de Inovação da UNICEF, reiterou o director.

Para a UNICEF, estes investimentos em criptomoedas têm como objetivo ajudar as empresas a continuar a desenvolver os seus bens públicos digitais e de código aberto.

Para concluir, Thomas Davin disse que as startups que recebem investimento em criptomoedas devem usá-las em criptomoedas. Isso permite que a UNICEF e os seus doadores entendam melhor onde o investimento está a ser gasto.


LEIA TAMBÉM


“Prepara-te Para o Futuro Incerto do Dinheiro” – O Alerta é da Inteligência Financeira dos EUA

Criptomoedas: Proibir o Bitcoin Seria Uma Tolice, Afirma Representante da SEC dos EUA

Escreva o seu comentário

%d bloggers like this: