Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Bitcoin pode voltar aos US$ 20 mil, diz colunista da Bloomberg

O estrategista sênior de commodities da Bloomberg, Mike McGlone, disse que o Bitcoin pode estar a caminho de seis dígitos ou mais.

Em uma nova entrevista para a Bloomberg TV, o analista experiente avaliou o desempenho passado do Bitcoin e o que ele pode indicar para a trajectória de preços da criptomoeda em 2021.

“A curto prazo, US$ 20.000 é uma resistência muito boa. Receio que provavelmente fará o que o ouro fez: chegou a US$ 2.000 e, desde então, está se consolidando no mercado altista”, disse.

Bitcoin pode voltar aos US$ 20 mil

De acordo com McGlone, após permanecer perto de US$ 20 mil, haverá uma consolidação nesta faixa de preço. Em seguida, novas altas devem ser impulsionadas:

“A principal coisa sobre o Bitcoin este ano é que ele acabou de adicionar o um à frente do número. Lembre-se de que era cerca de US$ 7.000 no final do ano passado … No próximo ano, isso poderia adicionar um zero ao final do [preço atual]”, afirmou.

Assim, pelas estimativas de McGlone, o Bitcoin pode crescer dez vezes até o final de 2021, chegando a cerca de US$ 180.000.

O analista também apontou algumas das características do BTC que podem indicar que a maior criptomoeda do mercado deve subir parabolicamente no próximo ano.

Ele ressaltou, portanto, que a volatilidade do Bitcoin está diminuindo, mesmo em relação ao mercado de ações tradicional.

“O Bitcoin está se tornando uma versão digital do ouro. Um ponto importante que está acontecendo este ano é a queda da volatilidade do BTC. Na verdade, é o mais baixo de todos os tempos em relação ao ouro. A volatilidade de 180 dias no Bitcoin em relação ao Nasdaq é, na verdade, inferior à do Nasdaq. Portanto, todos os outros ativos de risco na volatilidade do planeta têm aumentado. O Bitcoin está diminuindo”, destacou.

Ciclo de alta

Por fim, McGlone disse que enquanto o último ciclo de alta foi alimentado principalmente pelo medo de perder (FOMO), esse ciclo poderia ser alimentado por um equivalente em Wall Street.

“E o que está acontecendo com o QE [flexibilização quantitativa]? Todos nós sabemos que há um fornecimento limitado de BTC. Antes era FOMO de varejo e, agora, está se tornando FOMO institucional. A oferta e a demanda limitadas estão aumentando e o macro é muito positivo.”

Portanto, segundo ele, o Bitcoin se move conforme a demanda:

“No futuro, o que importa é a demanda. A oferta é limitada. Haverá apenas 21 milhões”, finalizou.

Escreva o seu comentário

%d bloggers like this: