Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Brasil: Polícia Apreende 33 milhões de Dólares Durante a “Operação Exchange”

A polícia brasileira apreendeu 172 milhões de reais, correspondentes a 33 milhões de dólares, em uma operação contra as exchanges locais que facilitavam lavagem de dinheiro no país.

A investigação denominada por “Operação Exchange” permitiu encontrar 17 empresas falsas criadas com o objectivo de lavar dinheiro por meio de trocas de criptomoedas.

As exchanges não sabiam quais eram as origens dos fundos transacionados, pois não verificavam a veracidade das empresas, disse a polícia.

Segundo os agentes da polícia, por cinco meses, umas das exchange localizadas lavou 10 milhoes de reias (1,92 mil de dólares) de seis empresas fictícias e oito outras empresas receberam 15 milhões (2,8 milhões de dólares em criptomoedas)

Dados de inteligência indicaram que uma dessas corretoras mantém vínculos financeiros com empresas de falsas.

 

As investigações constataram que, em apenas 5 meses, a exchange transacionou aproximadamente R$ 10 milhões em moedas virtuais com, no mínimo, 6 empresas fictícias, e indicaram que outras 8 empresas adquiriram, no mesmo período, cerca de R$ 15 milhões em moedas virtuais.

Polícia-agentes-brasil-brasileira-criptomoedas-bitcoin-exchange-operação-exchanges

Os agentes da polícia, mediante a seis mandados de busca e apreenderam no município de Diadema e no Rio de Janeiro, duas pessoas relacionadas à investigação assim como os bens das exchanges.

A 1ª Delegacia de Polícia da Divisão de Investigações sobre Crimes contra a Administração, Combate à Corrupção e Lavagem ou Ocultação de Bens, Direitos e Valores, do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC) deflagrou a “Operação Exchange”, objectivando o cumprimento de 6 mandados de busca, em Diadema e na Capital.

A polícia brasileira prendeu no início deste mês o conhecido Rei do Bitcoin do Brasil, Cláudio Oliveira, que liderava a empresa “Bitcoin Banco Group”, uma empresa de custódia que prometia lucros altos para quem confiasse os seus fundos na empresa.

Em 2019, a empresa afirmou que perdeu 7.000 Bitcoins. Entretanto, a polícia afirma que tudo fazia parte do esquema da organização.


LEIA TAMBÉM


Uniswap Remove Mais de 100 Tokens da Sua Interface Principal

Nigéria Poderá Iniciar os Testes da sua CBDC em Outubro Próximo