Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

CBDC da Nigéria Representa Riscos de Lavagem de Dinheiro, Diz FMI

O Fundo Monetário Internacional (FMI) disse que o uso da CBDC (moeda digital de banco Central) da Nigéria, o eNaira, para pagamentos transfronteiriços pode representar riscos de lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo.

Nas opiniões expressa durante uma consulta do FMI divulgada recentemente, o Fundo Monetário Internacional destacou também as preocupações de segurança cibernética associadas à CBDC nigeriana.

A organização aconselhou o banco central da Nigéria a estudar e avaliar minunciosamente os risco do eNaira, bem como os seus actuais protocolos de combate à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo.

CBDC da Nigéria Representa Riscos de Lavagem de Dinheiro, Diz FMI

A Nigéria fez história ao lançar a sua CBDC em outubro de 2021. Rapidamente, disse o Banco Central, quase 500.000 clientes baixaram a carteira de moeda digital e deste número obteve-se 80.000 assinantes comerciais.

O modelo da CBDC da Nigéria identifica os clientes por camadas e estas limitam as transações diárias de cada cliente. Os clientes do nível mais baixo que, geralmente, são as pessoas que não estão dentro do sistema bancario, só podem gastar o equivalente a US$ 120 por dia. Os níveis superiores têm limites diários entre US$ 487 e US$ 2.438.

O FMI disponibilizou-se para prestar assistência técnica e assessoria política, visto que “O Departamento de Mercados Monetários e de Capitais do FMI esteve envolvido no processo de implantação do eNaira, inclusive fornecendo revisões do design do produto. 


LEIA TAMBÉM


Usuários do Twitter Acreditam que o Bitcoin Pode Desvalorizar Abaixo de 16 Milhões de Kwanzas até o Final de Fevereiro

207 Bilhões de Kwanzas em Liquidações em 24 horas, à Medida que o Preço do Bitcoin cai Para 18 Milhões de Kwanzas

%d bloggers like this: