Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Cingapura: Quase Metade da População tem Criptomoedas

Um inquérito recentemente realizado pelo Independent Reserve revelou que 43% dos habitantes de Cingapura possui criptomoedas, e que 46% da população afirma que comprará criptomoedas no próximo ano.

Os resultados do inquérito revelaram que as gerações mais jovens estão especialmente interessadas em Bitcoin e outras criptomoedas alternativas. Entre estes, 66% afirmaram ser hodlers e 46% afirmaram que pretendem entrar no mercado de criptomoedas nos próximos 12 meses.

Os participantes mais jovens do inquérito, isto é, com idades compreendidas entre os 26 e os 35 anos de idade, estavam entre os maiores defensores das criptomoedas. Cerca de 75% destes acreditam que as criptomoedas registarão em breve uma adopção institucional em massa.

Objectivo do inquérito

Cingapura-criptomoedas-população-Habitantes-Bitcoin-estudo-inquérito-Independent-reserve

No inquérito, denominado Índice de Reserva Independente de Criptomoedas da Cingapura, participaram 1.000 indivíduos. O estudo teve como objectivo determinar o nível de adopção de criptomoedas em Cingapura.

O Índice de Reserva Independente de Criptomoedas (IRCI, na sigla em inglês) é uma pesquisa nacional e transversal que examina a consciência, a adopção e a confiança de uma nação em relação as criptomoedas.

Conclusões do inquérito

Cingapura-criptomoedas-população-Habitantes-Bitcoin-estudo-inquérito-Independent-reserve

O estudo levado a cabo pelo Independent Reserve, instituição tida como uma das maiores bolsas de criptomoedas da Austrália, chegou às seguintes conclusões:

  • 93% dos cidadãos de Cingapura conhecem pelo menos um tipo de criptomoeda. O Bitcoin tem o maior reconhecimento de marca no país, com 90% dos entrevistados afirmando que conhecem a criptomoeda;
  • 43% dos cidadãos possuem algum tipo de criptomoeda. Uma percentagem alta quando comparada às estimativas médias regionais e globais;
  • 74% dos detentores de criptomoedas disseram ter lucrado ou investido em negócios relacionados às criptomoedas;
  • Cerca 40% dos entrevistados acreditam que o Bitcoin é um activo de investimento;
  • Cerca de 7% dos entrevistados acreditam que o Bitcoin é uma farsa.

O CEO da Independent Reserve, Adrian Przelozny, explicou que estes resultados devem-se ao facto da Cingapura ser um centro importante na Ásia, considerando os seus mercados financeiros robustos e bem regulamentados, as suas infra-estruturas e a sua política favorável às novas tecnologias.


LEIA TAMBÉM


Banco da Namíbia Vai Concluir Estudos Sobre Criptomoedas em Abril de 2022

Brasil: Polícia Apreende 33 milhões de Dólares Durante a “Operação Exchange”