Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

CMA do Quênia Quer Uma Melhor Coordenação Nos Testes de Criptomoedas

A Autoridade de Mercado de Capitais do Quênia (CMA) disse que o país precisa de uma abordagem mais abrangente que lhe permita aproveitar a experiência dos outros reguladores ao testar criptomoedas.

De acordo com o relatório trimestral da CMA, instituição responsável pelo mercado de capitais do Quênia, o país é um dos 5 países com maior actividade em criptomoedas no mundo.

O interesse do país em criptomoedas também é reafirmado pelo relatório Blockchainnenter.net que põe o interesse de pesquisa do Bitcoin no Quênia em 94,7%.

Mandato de Proteção ao Investidor

Cma-regulador-criptomoedas-mercado-kenia-quenia-activos-digitais-bitcoin-autoridade

Apesar deste reconhecimento da popularidade crescente das criptomoedas, a CMA insiste que ainda tem um mandato de protecção ao investidor a cumprir. 

Sobre a sua posição a este respeito, o regulador disse:

Esta é uma área de grande interesse para as autoridades, dado o seu mandato de proteção do investidor e também dada a prevalência de fraudes neste sector.

Com este último relatório, a CMA torna-se o mais recente órgão regulador africano a reiterar uma posição firme sobre as criptomoedas.

Entre outros reguladores africanos que recentemente reafirmaram a sua posição sobre as criptomoedas está a Comissão de Valores Mobiliários do Gana


LEIA TAMBÉM


Mastercard Negocia Possível Uso do Yuan Digital em Pagamentos Internacionais

Yuan Digital Não Vai Sobrepor-se ao Dólar