Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

CMC e BNA Alertam Investidores Sobre a Plataforma LIYEPLIMAL

A Comissão de Mercado de Capitais e o Banco Nacional de Angola alertam os investidores que a Liyeplimal, entidade que opera através do site https://liyeplimal.net, não está autorizada nem registada junto destas instituições para o exercício de qualquer actividade de intermediação financeira em Angola, conforme o disposto nas alíneas a) e b) do artigo 321.º do Código dos Valores Mobiliários.

De acordo com uma nota conjunta da Comissão de Mercado de Capitais (CMC) e do Banco Nacional de Angola (BNA) emitida nesta terça-feira, 3 de agosto, as pessoas ou empresas que investem através da Liyeplimal estão juridicamente desprotegidas. Porque, não possuem ao seu favor os mesmos mecanismos legais daqueles que investem através de entidades registadas na CMC e no BNA.

Modo de actuação da Liyeplimal

Investimento-cmc-bna-nota-conjunta-criptomoeda-criptomoedas-limo-angola-emresa-plataforma-Liyeplimal-
Publicidade da Liyeplimal extraída da sua página no Facebook

Segundo a nota conjunta, a Liyeplimal apresenta-se como uma plataforma camaronesa, especializada em negociação de criptomoedas. Contudo, de acordo com o seu representante, ela não serve para negociação de criptomoedas em bolsa.

Pois a negociação é feita por técnicos especializados da empresa, cabendo aos investidores apenas a aquisição de pacotes de investimento. Pacotes estes que pagam juros semanais que garantem retornos de 60/70% ao ano.

Os pacotes de investimento através da Liyeplimal consistem na aquisição de montantes pré-definidos da criptomoeda Limo. Para isso é assinado um contrato entre o investidor e a empresa, e depois são adquiridos os pacotes e, por fim, é carregada a carteira digital do investidor com a criptomoeda Limo.

Sobre esta criptomoeda, a nota conjunta alerta para o facto dela não possuir capitalização bolsista, uma vez que não é negociada em qualquer bolsa de valores conhecida.

Principal espaço de actuação

Investimento-cmc-bna-nota-conjunta-criptomoeda-criptomoedas-limo-angola-emresa-plataforma-Liyeplimal

Conforme a nota conjunta, a Liyeplimal possui vários representantes a actuarem nas redes sociais. Para atrairem os investidores, partilham vídeos nos seus canais do Youtube e enviam mensagens telefónicas sobre as formas de investimento através desta plataforma, e também incentivam os investidores a tornarem-se agentes Liyeplimal.

Sobre isto, a nota referiu que a Liyeplimal não se encontrar legalmente habilitada para realizar publicidade ou prospecção de clientes, dirigidas à celebração de contratos de intermediação financeira.

Como saber se uma empresa está ou não licenciada pela CMC e pelo BNA?

A nota conjunta informa ainda que os investidores devem sempre consultar as listas de entidades registadas pela CMC e pelo BNA através dos links https://www.cmc.gv.ao e https://www.bna.ao, ou entrar em contacto directo com a CMC e com o BNA, para saber se uma entidade está ou não licenciada por estas instituições para o exercício profissional de investimentos em Angola.

LEIA A NOTA NA ÍNTEGRA CLICANDO AQUI


LEIA TAMBÉM


Número de ATMs de Bitcoin Cresceu mais de 70% Desde o Início de 2021

Adopção do Bitcoin Poderá Reduzir as Taxas de Remessas em El Salvador

Escreva o seu comentário