Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Comércio de Criptomoedas Causa Distúrbios Psicológicos, Afirmam os Estudantes da Coreia do Sul

Aliciados com a ideia de que o negócio de criptomoedas ajudaria-os a alcançar lucros altos de investimentos, os estudantes coreanos embarcaram para o universo dos criptoactivos. Mas, o retorno foi o oposto do que esperavam.

A maioria dos universitários disseram que começaram a investir em criptomoedas apenas nos últimos três meses, o que significa que entraram quando o mercado estava em altas.

Segundo o The Korea Times, as informações foram publicadas pela Alba Heaven, uma fornecedora de informações sobre empregos de meio período, que realizou uma pesquisa com 1.750 estudantes universitários da Coreia do Sul, entre 17 a 19 de maio.

Criptomoedas causam distúrbios psicológicos

vestimentos-investimento-problemas-psicológicos-distúrbios-mentais-coreia-universitário-universitários-estudante-estudo-dados-won-sul-coreana-do-sul-coreia-do-sul

De acordo os dados fornecidos, 68,3% dos entrevistados apresentaram efeitos colaterais psicológicos. Mais de 33% tiveram altas e baixas emocionais a medida que os preços oscilavam.

Alguns tiveram problemas para se concentrar em tarefas diárias, como estudar e trabalhar e convenceram-se de que estavam viciados pelo comércio de criptomoedas.

Outros ainda observaram que manter as rotinas diárias se tornou difícil por causa do estresse e até mesmo pelos casos de insônia.

Sobre a pesquisa

Criptomoedas-investimentos-investimento-problemas-psicológicos-distúrbios-mentais-coreia-universitário-universitários-estudante-estudo-dados-won

A pesquisa mostra que 52% mostraram-se optimistas em relação às criptomoedas. 23% investiram activamente nelas. A proporção maior foi de 34% dos estudantes do sexo masculino e apenas 14% do sexo femenino investiam em moedas digitais.

Quando questionados sobre os motivos, 15% disseram que foram movidos pela vontade de superar a hierarquia de classes, 25% disseram que o mercado cripto possibilita entradas com pequenas quantias, 31% escolheram pelas barreiras baixas para entrar e 33% citaram o alto retorno.

Os universitários investiram em média 1,41 milhão de won (US $ 1.200) em criptoactivos. 75% declarou que o dinheiro veio de trabalho de meio período, dos quais 40% relataram ter lucro, enquanto os outros perderan 740.000 won ($ 650) em média.


LEIA TAMBÉM


Samsung Actualiza Recurso Para Carteiras Frias em Telemóveis Galaxy

A Adopção de Criptomoedas Ganha Maior Ritmo no Peru