Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Dólar Americano Cai como Moeda de Reserva Mundial Enquanto Yen Japonês Dispara

O dólar americano como moeda de reserva pode ter a sua posição comprometida, visto que a sua participação nas moedas globais mantidas em reservas continua a cair. Dados do Fundo Monetário Internacional (FMI) mostram que a participação do dólar nas reservas caiu de 66% no 3º trimestre de 2014 para 60% no 3º trimestre de 2020. Ou seja, a participação do dólar caiu cerca de 1% por ano.

A participação do dólar americano nas moedas de reserva global cai com o aumento da participação do iene japonês

Segundo o relatório da Seeking Alpha, este último número representa a menor participação do dólar em quase 8 anos. Além disso, o relatório também explica que “a queda na participação do dólar começou de facto há 20 anos, quando o euro assumiu o lugar das moedas predecessoras nas reservas cambiais”. De acordo com os dados, o ano de 1991 foi o pior para o dólar. Naquele ano, lembra o relatório, a participação do dólar nas reservas caiu para 46%

O Euro, que foi “o último esforço de uma moeda única para destronar o dólar” como a maior moeda de reserva, teve a sua participação estagnada entre os 19,5% e os 20,6% nos últimos seis anos. Da mesma forma, o Yuan Chinês, que se tornou uma moeda de reserva oficial em outubro de 2016, também não está a fazer grandes progressos. Após a inclusão do Yuan na “cesta de moedas que respaldam os Direitos Especiais de Saque (SDRs)” do FMI, a moeda chinesa acumulou apenas 2,13% de participação nas reservas. Actualmente, a China é a segunda maior economia do mundo.

A participação do dólar americano nas moedas de reserva global cai com o aumento da participação do iene japonês

A ascensão do Yen japonês

Se por um lado o dólar contínua a cair, por outro lado, o Yen japonês registou ganhos consideráveis, visto que a proporção da moeda japonesa mantida em reservas aumentou de 3,5% em 2015 para 6% no final do terceiro trimestre de 2020. Esta proeza tornou “o Yen na terceira maior moeda de reserva do mundo.”

O relatório, finalmente, explica que, embora a posição do dólar como principal moeda de reserva global continue a cair, “levaria uma década para que a participação do dólar caísse de facto para 50%, enquanto as outras moedas também caem”. De qualquer modo, essa queda só começará a ter efeitos sobre os EUA quando a participação do dólar “cair abaixo de 50%”, concluiu o relatório.


LEIA MAIS


Departamento do Tesouro dos EUA Permitirá Blockchains e Stablecoins Para Pagamentos Bancários

JPMorgan Prevê que Bitcoin Chegará aos 100 Mil Dólares

Escreva o seu comentário