Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Dólar Americano vs Bitcoin – Os Efeitos da Pandemia Covid-19 na Economia Mundial

A epidemia global de coronavírus, que continua a assolar todo o mundo, causou muitos efeitos políticos e económicos e, como resultado, surgiu a tendência dos bancos de imprimirem mais dinheiro para estimular a economia, estímulos que podem causar uma inflação catastrófica nas respetivas economias. O bitcoin já se beneficiou várias vezes de crises globais, falaremos nesse artigo as chances do bitcoin valorizar em meio a essa pandemia.  

Desde a sua criação, o bitcoin veio para resolver crises, após a queda do Banco Lehman Brothers nos Estados Unidos em 2008, que desencadeou uma crise financeira global, Satoshi Nakamoto decidiu criar o bitcoin para descentralizar a economia, com uma moeda peer-to-peer (P2P), uma moeda que seria identa da inflação causa pela impressão de dinheiro feito pelos bancos centrais, dinheiro esse que é criado sem um crescimento real da economia, estímulos que podem funcionar a curto prazo mas podem causar danos catastróficos a longo prazo. 
Nos últimos anos temos presenciado a crise económica do dólar, uma surgiram fortes razão para que a dominação global desapareça. Essa mudança, que poderá aumentar a adoção dos principais ativos de digitais do mundo, incluindo o bitcoin, mesmo que não tenha uma dominação global tanto quanto o dólar américano.
Em um artigo recente publicado pela Bloomberg, observou-se que houve uma queda na taxa global de uso do dólar. A maior razão para esta situação é mostrada como as atitudes da Reserva Federal Americana nos últimos anos, em resposta as crises globais.
No relatório publicado, especialmente na epidemia em curso nos E.U.A, produtos como dispositivos respiratórios, que estão entre os equipamentos básicos, escassez de produção e importação, farão com que o país comece a formar uma melhor cadeia de suprimentos doméstica no futuro e siga uma política interna de produção. Isso pode privar os países estrangeiros do dólar e forçá-los a quebrar sua dependência da moeda fiduciária e até aumentar o uso de ativos digitais como o bitcoin.

Reduzir a lealdade do dólar aumentará o uso de Bitcoin?
Como o dólar agora é visto como uma moeda global unificadora para unir transações internacionais, uma queda no domínio global pode levar o mundo a ativos digitais descentralizados, como o bitcoin, para mediar transações internacionais. Além disso, como resultado do impacto económico da pandemia, o potencial declínio da força do dólar poderia fortalecer ainda mais a presença do bitcoin como um porto seguro, pois a ação do preço levaria os investidores a direcionar ativos não diretamente ligados ao poder económico central.
Paul Tudor Jones está entre os investidores tradicionais que pensam que a situação pode ser assim. Ele afirmou recentemente que o bitcoin será o maior vencedor da inflação em massa iminente devido à pressão monetária generalizada. E Robert Kiyosaki tem dado afirmações positvas sobre o bitcoin, não apenas como moeda mas também como reserva de valor. A Electric Capital partilhou também recentemente um gráfico indicando que o bitcoin agora tem a inflação mais baixa que o ouro.
E que efeito(s) você acham que a atual pandemia irá causar no bitcoin? Deixe a sua opinião abaixo nos comentários. 

Escreva o seu comentário