Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Especialista de Fintech do Zimbábue Usa Projecto Legislativo Privado Para
Pressionar a Regulamentação das Criptomoedas

O advogado e especialista de fintech zimbabueano, Prosper Mwedzi, utilizou o projecto legistativo privado para pressionar as entidades reguladoras a reconhecer e regulamentar a negociação das criptomoedas no país.

O projecto é uma proposta legislativa elaborada por membros do sector privado e será analisado na assembleia parlamentar do Zimbábue.

As expectativas são de que a proposta de lei seja inserida dentro das leis do país. Contudo, isso só será possível se a lei alcançar níveis altos de aceitação.

De acordo com Bitcoin News, a tentativa de regulamentar a utilização das criptomoedas, surgiu depois que o Banco de Reserva do Zimbábue (RBZ) emitiu um alerta público contra o comércio de criptomoedas.

Desde 2018 que temos tentado fazer os reguladores pensarem sobre o futuro dos activos digitais em nossa economia, mas não houve nenhum progresso significativo.

 

Disse Mwedzi em entrevista no portal Bitcoin.com News.

Sobre o Projecto Legislativo

Zimbábue-criptomoedas-Blockchain-parlamento-país-prosper-mwedzi-tecnologia-banco-projecto-legislativo
Banco de Reserva do Zimbábue

Com a supervisão do Banco de Reserva do Zimbábue, o projecto permitiria que os empreendedores operassem com as criptomoedas no mercado de trabalho.

A constituição do Zimbábue prevê que os cidadãos podem actuar na sua área de interesse, desde que sigam os procedimentos de um projecto de lei privado.

Segundo Mwedzi, o sector privado está agora a divulgar o projecto para o público, com objectivo de apresentar a tecnologia e formar alianças com as partes interessadas.

Prosper Mwedzi disse:

A falta de conhecimento sobre a tecnologia, especialmente no Parlamento, pode fazer com que o projecto seja rejeitado apenas na primeira leitura e isso seria desastroso.

Disse ainda que:

Esperamos que o crescimento do projecto a nível global ajude a fazer o Parlamento a pensar sobre os seus próximos passos para o benefício do país.

O especialista explicou que o sector privado tem feito esforços para ensinar as pessoas sobre a tecnologia e como ela seria benéfica para melhorar a situação económica do país.

Por fim, disse que se alguém desejar investir em criptomoedas e não tiver nenhum conhecimento, os membros do sector estarão disponíveis para dar treinamento.


LEIA TAMBÉM


Banco Central do Canadá Não Vê Motivos Para Emitir Uma CBDC

Nic Carter: Elon Musk Não é a Pessoa Indicada Para Dirigir um Debate Sobre Mineração Sustentável