Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Ethereum: Estudo Revela Brechas que Podem Facilitar Ataques à Rede

Um grupo de investigadores da Universidade de Stanford identificou três brechas que podiam facilitar um ataque à rede Ethereum. Os dois primeiros cenários foram identificados separadamente e o terceiro foi identificado como sendo uma combinação das técnicas dos dois primeiros.

O estudo, levado a cabo por pesquisadores da Universidade de Stanford, contou com Casper Schwarz-Schilling, Joachim Neu e David Tse no grupo de pesquisa.

De acordo com os resultados do estudo, o primeiro cenário envolve uma situação em que as reorganizações de curto alcance da cadeia de consenso da Ethereum são usadas para aumentar o lucro dos validadores individuais. Enquanto o segundo cenário resultaria do aumento do atraso da rede, o que poderia paralisar as decisões de consenso em toda a rede Ethereum.

A terceira brecha foi descoberta numa simulação combinada de ataque considerando os dois cenários iniciais:

Combinando técnicas de ambos os ataques refinados, obtivemos um terceiro ataque que permite que um adversário com uma pequena fracção de jogo e nenhum controlo sobre a propagação de mensagens de rede cause até mesmo reorganizações de cadeia de consenso de longo alcance.

 

Validadores honestos, mas racionais ou motivados ideologicamente podem usar este ataque para aumentar os seus lucros e paralisar o protocolo.

Esclareceu o relatório de resultados do estudo.

Possíveis soluções para os cenários apresentados

Danny-Danny-ryan-Danny-ryan-eth-ethereumDanny-ryan-eth-ethereum-Danny-ryan-eth-ethereum-Criptomoedas--brechas-cenarios-brechas-cenarios--brechas-cenarios-ataques--brechas-cenarios-ataques-rede--brechas-cenarios-ataques-rede-estudo-brechas-cenarios-ataques-rede-estudo--brechas-cenarios-ataques-rede-estudo-investig-brechas-cenarios-ataques-rede-estudo-investigadores
Danny Ryan, responsável máximo pelo lançamento da Ethereum 2.0

Reagindo as descobertas feitas pelos pesquisadores, Danny Ryan, o responsável pelo lançamento da Ethereum 2.0, disse que as descobertas, apesar de se tratar de cenários hipotéticos, constituem “ataques graves” que, sem a devida atenção, podem ameaçar a estabilidade da rede Ethereum.

Por outro lado, Danny Ryan acalmou os usuários dizendo que os problemas podem ser resolvidos com o uso de duas soluções simples:

  • Através do uso de reforço do proponente;
  • Através da sincronização da visualização do proponente.

Danny Ryan lembrou, por fim, que a segunda solução ainda está nos seus estágios iniciais de análise formal, mas oferece uma grande promessa para o futuro da Ethereum. A implantação das correcções não afectará a linha de tempo do Merge, e isso pode ser resolvido sem a necessidade de uma nova bifurcação da rede.


LEIA TAMBÉM


Cynthia Lummis Afirma que Bitcoin veio para Ficar, as Outras Criptomoedas não

 Governo do Zimbábue Nega Relatos de Adoção do Bitcoin como Moeda Legal