Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Facebook: Co-fundador da Libra/Diem Sai do Projecto

Kevin Weil, um executivo do Facebook, Co-fundador e mentor do projecto da criptomoeda Diem, anunciou nesta quinta-feira, 18 de Março, que está a sair do projecto para abraçar uma nova carreira numa empresa de satélites.

A notícia é mais um golpe duro aos ambiciosos planos do Facebook de criação de uma criptomoeda, que foi muito publicitada em 2019, mas que de lá para cá pouco evoluiu por conta dos problemas regulatórios.

Weil, um veterano do Twitter, fez o seu nome no Facebook ajudando a expandir o Instagram, e tornou-se um dos co-fundadores do projeto de criptomoeda do Facebook, a Diem, cujo nome inicial era Libra.

Kevin Weil anunciou a sua saída por meio da rede social Twitter, dizendo que ainda acredita profundamente no projecto.

Mais um nome de peso fora do projecto

A saída de Kevin Weil, que entrará numa empresa chamada Planet Labs, ocorre após vários outros membros do projecto deixarem o barco, dentre os quais estão a Visa, Mastercard, PayPal e Stripe.

Quando o Facebook anunciou o projecto pela primeira vez, o objectivo era criar uma nova moeda global descentralizada ao lado de uma federação de outras empresas, incluindo os gigantes de pagamento Visa e PayPal.

Mas est empresas, assim como outras como Stripe e Mastercard, deixaram a federação ainda no início do projecto ao perceberem que o projecto Libra não era bem visto pelo congresso e reguladores dos EUA.

Desde então, o Facebook tem adiado repetidamente a data de lançamento da criptomoeda. Inicialmente, a criptomoeda seria lançada em 2019, o que não chegou de ocorrer.

Uma renomeação estratégica

A decisão de renomear a Libra e a Calibra como Diem e Novi, respectivamente, surgiu em 2020 e, ap que parece, foi uma estratégia do Facebook para deixar claro que que os projetos criptomoeda eram diferentes e independentes do Facebook.

A empresa, que inicialmente havia proposto a descentralização da nova moeda, afirmou também em 2020 que o acesso ao projecto seria limitado aos parceiros autorizados.

Estas medidas pareceram destinadas a apaziguar o congresso e os reguladores que demonstraram muita desconfiança sobre o que muitos chamam de “moeda do Facebook” e alertaram que tal moeda poderia atrapalhar as moedas fiduciárias convencionais.

Apesar de tudo, a Diem, que ainda conta com alguns membros de peso, como a Coinbase e a Uber, realizou um testnet, no qual os membros do projecto dizem ter processado 50 milhões de transacções.

No entanto, a data da disponibilização da criptomoeda para os usuários do Facebook continua desconhecida.


LEIA TAMBÉM


Elon Musk Nega Oferta de Mais de USD $1.000.000 Pela Sua Obra de Arte Sobre NFT

Bybit Adiciona Cardano, Polkadot e Uniswap à Sua Plataforma de Negociação

%d bloggers like this: