Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Federal Reserve aumenta taxa de juros em 0,75 ponto percentual, a mais alta desde 1994

O banco central dos Estados Unidos, Federal Reserve (FED) elevou nesta quarta-feira (27) sua taxa básica de juros em 0,75 ponto percentual pela segunda reunião consecutiva na tentativa de esfriar a inflação que está em alta nos Estados Unidos. Essa elevação marca o quarto movimento em um ciclo de alta que começou em março de 2022.

A alta de 0,75 ponto percentual é a mais elevada desde 1994 e deixa os juros na faixa de 2,25% a 2,5% ao ano o que poderá criar uma queda nos níveis de gastos tanto pelos consumidores e empresas e a consequente queda dos preços pelos bens e serviços. Porém, está medida segundo especialistas pode aumentar também os níveis de recessão.

A atual inflação nos Estados Unidos é de 9,1% a mais alta em 40 anos. De acordo com a Moody Analytics, as famílias estão gastando quase $ 500 a mais por mês, em comparação com um ano atrás. O FED tem agora dois desafios gigantes para combater: baixar a atual inflação do país e evitar a recessão da sua economia.

“A inflação continua elevada, refletindo desequilíbrios de oferta e demanda relacionados à pandemia, preços mais altos de alimentos e energia e pressões de preços mais amplas” diz o comunicado à imprensa. Por outro lado, há algum motivo para alegria, o comunicado à imprensa aponta também alguns pontos positivos: “os indicadores recentes de gastos e produção se suavizaram. No entanto, os ganhos de emprego foram robustos nos últimos meses e a taxa de desemprego permaneceu baixa” destacou o comunicado.

Sobre o assunto “recessão” o presidente do banco central dos Estados Unidos, Jerome Powell comentou:

“Não acho que os EUA estejam atualmente em recessão e a razão é que há muitas áreas da economia com desempenho muito bom… Este é um mercado de trabalho muito forte… não faz sentido que a economia esteja em recessão com esse tipo de coisa acontecendo.”

Durante a reunião o FED afirmou que a guerra da Rússia e Ucrânia está prejudicando a economia global. Os membros do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC) disseram estar atentos aos riscos de inflação: “A guerra e os eventos relacionados estão criando uma pressão ascendente adicional sobre a inflação e estão pesando sobre a atividade econômica global. O comitê está muito atento aos riscos de inflação.”

O FOMC busca alcançar o máximo de emprego e inflação a uma taxa de 2% no longo prazo”, acrescentou o comunicado de imprensa do Federal Reserve.


LEIA TAMBÉM


Hong Kong é a Economia Mais Cripto, Mostra Estudo

Doações de Criptomoedas são Cruciais para a Defesa da Ucrânia, diz Vice-Ministro

República Centro-Africana Inicia Venda Pública da Moeda Sango

%d bloggers like this: