Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

FMI: CBDCs Podem Ser Mais Seguras do que Criptomoedas

A directora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, disse que as moedas digital de banco Central (CBDCs) podem ser mais seguras do que as criptomoedas. A directora acredita que se uma CBDC for devidamente projectada pode agregar maior resiliência às redes financeira, à medida que reduz também os custos de transação.

Kristalina Georgieva acrescentou que as criptomoedas são “sem suporte” e “inerentemente voláteis”. No entanto, ainda é muito cedo para medir o real potencial das CBDCs.

“Ainda são os primeiros dias para os CBDCs, e não sabemos até onde e quão rápido eles irão.”

Disse a Directora-gerente do FMI
FMI: CBDCs Podem Ser Mais Seguras do que Criptomoedas
Directora-gerente do FMI – Kristalina Georgieva

Os bancos centrais de vários países como a Índia, Rússia e China têm frequentemente discutido sobre as moedas digitais do banco central, uma vez que estas podem reduzir o impacto das criptomoedas descentralizadas. 

No entanto, a directora-gerente do FMI acredita que elas devem ser criadas em função das condições de cada país, pois um modelo único de CBDC não funcionará em todas países.

O conceito de CBDC cresce cada vez mais. Entretanto, nem todos os países pensam já em adopta-lo. O Federal Reserve dos EUA por exemplo, está preocupado ainda a estudar os prós e contras de uma CBDC.

Em contraste, o Primeiro-ministro da Índia acredita que uma moeda digital de banco central fortificaria a economia do país.


LEIA TAMBÉM


Rede Cardano ($ADA) supera 30 milhões de transações à medida que a TVL atinge a nova alta

Rússia Se Prepara Para Legalizar Bitcoin Como Moeda

ONU Exibirá Primeira Coleção NFT Liderada Por Mulheres no Dia Internacional da Mulher

%d bloggers like this: