Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Governador do Banco Central Sul-africano Reafirma que Bitcoin não é Dinheiro

O governador do Banco de Reserva da África do Sul, Lesetja Kganyago, reiterou que criptomoedas como o Bitcoin não são dinheiro; Segundo o governador do banco, os ‘cripto-activos, como os chama, não são dinheiro porque não atendem aos padrões que caracterizam uma moeda de facto.

Durante uma entrevista dirigida por Mills Soko, do site sul-africano MoneyWeb, Lesetja Kganyago afirmou que criptomoedas como o Bitcoin atendem apenas parcialmente a uma das três características principais de uma moeda.

O governador do Banco de Reserva da África (SARB, na sigla em inglês) argumentou dizendo:

Um, deve ser um meio de troca geralmente aceite. Em segundo lugar, deve ser aceite como reserva de valor. E em terceiro lugar, deve ser uma unidade de conta.

 

Uma criptomoeda é uma reserva de valor. É um meio de troca, mas geralmente não é aceite. Só é aceite por quem está a participar [do mercado].

Lesetja Kganyago considera importante regulamentar as criptomoedas no país

África-África-doÁfrica-do-África-do-sulÁfrica-do-sul-África-do-sul-crÁfrica-do-sul-cripÁfrica-do-sul-criptomoedas-África-África-doÁfrica-do-África-do-sulÁfrica-do-sul-África-do-sul-crÁfrica-do-sul-cripÁfrica-do-sul-criptomoedas-banco-central--governador-governador--governador-sarb--governador-sarb-bitcoin-Lesetja-Kganyago

Apesar dos seus comentários, Lesetja Kganyago insiste que o banco central sul-africano ainda deve regulamentar as criptomoedas, porque, segundo o governador, as pessoas investem nelas e, quando perdem dinheiro, perguntam o que o governo fez a respeito.

Por outro lado, o governador elogiou a tecnologia blockchain admitindo que ela pode ser útil em muitos outros aspectos, reiterando que o SARB, assim como os bancos centrais em todo o mundo, também está a testar a tecnologia.

Fintechs também fizeram parte da conversa

África-África-doÁfrica-do-África-do-sulÁfrica-do-sul-África-do-sul-crÁfrica-do-sul-cripÁfrica-do-sul-criptomoedas-África-África-doÁfrica-do-África-do-sulÁfrica-do-sul-África-do-sul-crÁfrica-do-sul-cripÁfrica-do-sul-criptomoedas-banco-central--governador-governador--governador-sarb--governador-sarb-bitcoin-Lesetja-Kganyago

Durante a entrevista, foi questionado ao governador do SARB se a instituição tencionava regulamentar as empresas de tecnologia financeira (FinTechs) da mesma forma que os bancos são regulamentados. À questão, Lesetja Kganyago respondeu dizendo que se as actividades destas empresas começarem a se parecer com as dos bancos comerciais, o banco central não terá outra opção a não ser regulamentá-las da mesma forma.

Portanto, se você é uma empresa de fintech e aceita depósitos, nós o regulamentaremos como um tomador de depósitos.

 

Se você é uma empresa de fintech e faz transferências de dinheiro, nós o regulamentaremos como um provedor de pagamentos.

 

Se você é uma empresa de fintech e vende apólices de seguro, nós o regulamentaremos como uma seguradora.

Concluiu Lesetja Kganyago.

LEIA TAMBÉM


Binance da Australia Escolhe Ex-CEO da DigitalX Para Dirigir a ExchangeBinance da Australia Escolhe Ex-CEO da DigitalX Para Dirigir a Exchange

Binance Suspende Serviços e Produtos na Noruega