Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Hackers norte-coreanos Roubaram 400 Milhões de Dólares em 2021 em Criptomoedas

De acordo com novos dados da Chainalysis, hackers de criptomoedas norte-coreanos desviaram quase 400 milhões de doláres em criptomoedas, valor equivalente a mais de 120 bilhões de kwanzas angolano, por meio de ataques cibernéticos em 2021.

De acordo com o relatório de 13 de Janeiro da empresa de análise de blockchain, o tipo de criptomoeda roubada também sofreu uma mudança radical. Em 2017, o bitcoin (BTC) foi responsável por quase todas as criptomoedas roubadas pela RPDC, mas agora representa apenas um quinto.

“Em 2021, apenas 20% dos fundos roubados eram Bitcoin, enquanto 22% eram tokens ERC-20 ou altcoins. E pela primeira vez, o Ether foi responsável pela maioria dos fundos roubados em 58%.”

O relatório afirmou que os ataques em 2021 da Coreia do Norte (RPDC) visaram principalmente “empresas de investimento e exchanges centralizadas, e fizeram uso de iscas de phishing, explorações de código, malware e engenharia social avançada” para adquirir os fundos de forma maliciosa.

De 2020 a 2021, o número de hacks ligados à Coreia do Norte saltou de quatro para sete, e o valor extraído desses hacks cresceu 40%.

A Chainalysis informou que os fundos foram meticulosamente lavados. Os métodos variam de salto em cadeia, o método ‘ Peel Chain ‘ que é um dos métodos de hacking de criptomoeda norte-coreano que tem se tornado muito sofisticado e, mais recentemente, os hackers empregaram um sistema complicado de troca e mistura de moedas.


LEIA TAMBÉM


FMI Admite que Criptomoedas Podem Desestabilizar o Mercado Financeiro Mundial

Visa e ConsenSys unem-se Para Ajudar Países no Lançamento de CBDC

%d bloggers like this: