Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Meta Afrouxa a Política de Anúncios de Criptomoeda do Facebook

Meta, anteriormente denominado Facebook, afrouxou sua política para anúncios de criptomoedas, tornando mais fácil para as empresas veicularem anúncios criptográficos em sua plataforma.

“Estamos fazendo isso porque o cenário de criptomoedas continuou a amadurecer e a se estabilizar nos últimos anos e tem visto mais regulamentações governamentais que estão estabelecendo regras mais claras para seu setor”.

Explicou a empresa

Novas regras para publicidade em criptomoedas no Facebook

Meta-facebook-criptomoeda-publicidade

A empresa anunciou no princípio deste mês, novas regras para publicidade em criptomoedas.

A empresa aumentou o número de licenças regulatórias que aceita de 3 para 27 licenças. Agora para serem elegíveis para anunciar no Facebook as empresas só precisam de ter uma das 27 licenças.

As 27 licenças incluem as emitidas por reguladores nos EUA, Austrália, Áustria, Canadá, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Hong Kong, Indonésia, Japão, Luxemburgo, Malásia, Holanda, Noruega, Filipinas, Cingapura, Coreia do Sul, Suécia, Tailândia, Emirados Árabes Unidos e Reino Unido.

Em algumas jurisdições, mais de um tipo de licença é aceito. Por exemplo, nos Estados Unidos, as empresas precisam apenas ser registradas na Financial Crimes Enforcement Network (FinCEN) como uma empresa de serviços financeiros ou ter obtido um Bitlicense emitido pelo Departamento de Serviços Financeiros de Nova York.

Essa mudança ajudará a tornar nossa política mais justa e transparente e permitirá que um maior número de anunciantes, incluindo pequenas empresas, usem nossas ferramentas e aumentem seus negócios.

Meta esclareceu que a permissão prévia por escrito ainda é necessária para plataformas de criptoativos, aplicativos de software e produtos para troca, negociação e empréstimos.


LEIA TAMBÉM


BitMart vai Reembolsar Vítimas do Ataque Cibernético

NFTs do Homem-Aranha Geram a Segunda Maior Venda de Ingressos de Um Dia na História da AMC

%d bloggers like this: