Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Metaverso – Entenda o que é e Como Entrar Nele

Após Mark Zuckerberg anunciar que o Facebook mudaria o seu nome para Meta e focar-se no desenvolvimento da realidade virtual, o termo Metaverso ganhou bastante força e muitas pessoas mostraram interesse em saber o que é de facto, como entrar e como investir nele.

O que Metaverso

Metaverso é o nome utilizado para nomear um ambiente virtual imersivo e coletivo que tentar imitar a realidade física através de uma conexão social com outros usuários. Lá as pessoas podem viver juntas usando avatares personalizados em 3D.

O metaverso utiliza as tecnologias de realidade virtual e aumentada para proporcionar umaa experiência ao usuário que pode ser acessadas por meio de acessórios como óculos e manoplas, que são conectados a computadores ou smartphones.

A ideia é que os usuários possam trabalhar, comprar uma casa, comprar roupas, ir a festas, fazer reuniões, ou seja, ter, de fato, uma vida online. A ideia é que as fronteiras entre o físico e o virtual estejam cada vez mais reduzidas e nossos avatares se tornem uma extensão do nosso corpo.

Como entrar no metaverso

Existem diversas formas de entrar no metaverso basta que se tenha o equipamento necessário como os óculos e manoplas de realidade virtual, como por exemplo, o Google Cardboard, o Oculus Quest 2.

Há algumas empresas que estão a trabalhar para fabricar óculos mais leves e acessíveis. E estudam também possibilidades mais extremas, como um implante no cérebro – o que eliminaria a necessidade de outros equipamentos.

É também necessário decidir qual universo virtual usar. existem vários, a título de exemplo temos o Decentraland, Axie Infinity, Horizon, Mesh, Sandbox, Fortnite e Roblox. Estas são, atualmente, algumas das plataformas mais requisitadas, por oferecerem uma variedade de experiências, como jogos, espaços de trabalho virtuais, shows de entretenimento ao vivo, etc.

Como investir no metaverso

Também se pode investir por meio de NFTs (tokens não fungíveis). Eles podem ser utilizados para certificar a compra de um terreno virtual no Decentraland, por exemplo.

Para investir no metaverso é necessário o usuário tenha criptomoedas que são utilizadas nos ambientes virtuais. É o caso das moedas MANA (Decentraland), SAND (The Sandbox) e ENJIN (Enjin Coin). O mesmo vale para fundos de investimento e ETFs (Exchange-Traded Founds) com cripto.


LEIA TAMBÉM


Binance Interrompe retiradas de Bitcoin ‘Devido a Transações Travadas’

União Europeia Fecha Acordo Para a Regulamentação de Criptomoedas

Preço do BTC Cai à Medida que a Inflação Aumenta

%d bloggers like this: