Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

NFTs: Adobe vai Lançar Recurso Para Combater Roubo de Titularidade de Obras

A Adobe está a trabalhar num novo recurso para o Photoshop que, entre muitas coisas, ajudará a provar a titularidade de um token não fungível (NFT).

Chamado de “Credenciais de conteúdo“, o novo recurso é parte do projecto Content Authenticity Initiative (Iniciativa de Autenticidade de Conteúdo, em português), lançado em 2019 em parceria com o The New York Times. E, segundo a empresa, ajudará a determinar se o indivíduo que vende um NFT é ou não o seu verdadeiro dono.

O recurso vai permitir que os criadores de NFTs vinculem o ID da Adobe com os seus endereços de carteira criptografada. Desta forma, os mercados NFT compatíveis com o novo recurso mostrarão algum tipo de certificado verificado que prova a autenticidade da fonte da arte digital.

Adobe alia-se a vários mercados NFTs para facilitar integração do novo recurso

NftNft-Nft-nfts-tokens-Nft-nfts-tokens-adobe-Photoshop-NftNft-Nft-nfts-tokens-Nft-nfts-tokens-adobe-Photoshop-mercados-NftNft-Nft-nfts-tokens-Nft-nfts-tokens-adobe-Photoshop-mercados-recurso

Para facilitar o processo de integração com os mercados NFTs e não só, a Adobe firmou parcerias com vários mercados NFTs. Dentre os quais: OpenSeaSuperRare , KnownOrigin e Rarible, aos quais dará suporte com credenciais de conteúdo para mostrar as informações de atribuição da Adobe.

Especula-se já, inclusive, que o novo recurso da Adobe será integrado ao Photoshop como uma nova opção denominada “preparar como NFT”, e o lançamento em modo de teste está previsto para final deste mês.

Como parte do seu projecto Content Authenticity Initiative, empresas como Getty Images, BBC, Nikon, Microsoft e Rarible também aproveitarão as vantagens do novo recurso a ser lançado.


LEIA TAMBÉM


Países do G7 Chegam a Acordo Sobre as CBDCs

Bitcoin é o Caminho Para a Soberania Pessoal, Diz Michael Saylor