Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Pagamentos em dinheiro acima de $ 4.400 estarão proibidos em Israel a partir de Agosto

A partir de segunda-feira (1) de Agosto, os cidadãos de Israel estarão proibidos por lei de usar dinheiro para transações acima dos $ 4.400, equivalentes a 15.000 sheqel, moeda israelita, em transações pessoas e $ 1.760 (6.000 sheqel) em transações comerciais. Esta medida visa garantir um maior controlo sobre o dinheiro e combater a atividade financeira ilegal.

O governo de Israel estabeleceu limites de transações em 2019 muito acima do atual, que vê agora uma redução considerável. As transações comerciais eram limitadas a 11.000 sheqel ($3.220) enquanto que as transações pessoais eram limitadas em 50.000 sheqel ($14.660).

A violação desta lei, resultará em multas significativas. Por exemplo, pessoas físicas que se envolvem em transações comerciais que violam os limites podem pagar uma multa de 15 a 30% do valor da transação dependo do tamanho da transação.

De acordo com a Autoridade Tributária de Israel , a lei visa reduzir o uso de dinheiro pelos israelenses e combater crimes como a lavagem de dinheiro, evasão fiscal, branqueamento de capital e financiamento do terrorismo. Espera-se que as próximas regras promovam pagamentos digitais, tornando mais fácil para as autoridades em Israel monitorar a atividade financeira.

Em junho, o Banco de Israel anunciou que testaria a viabilidade de uma moeda digital do banco central de varejo (CBDC) ainda este ano, com resultados esperados até o final de 2022. Um CBDC, como outros pagamentos digitais, seria fácil de rastrear e monitorar. Tal como Israel, várias outras nações estão também considerando a possibilidade da criação de sua moeda digital do banco central.


LEIA TAMBÉM


Nova atualização da carteira MetaMask pode ajudar a impedir roubos de NFTs

Caso Twitter Contra Elon Musk: Julgamento Já Tem Data

%d bloggers like this: