Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Quênia: Provedores de Créditos Digitais Devem Solicitar Licenças Até Setembro de 2022, Insta o Banco Central

O Governador do Banco Central do Quênia, Patrick Njoroge, instou a todos provedores de créditos digitais do país a solicitar licenças até setembro do ano em curso. A informação foi divulgada no dia 15 deste mês, a partir do perfil do Twitter do Banco Central do Quênia.

Segundo os dizeres do tweet, o Banco Central do Quênia (CBK) vai até final do mês apresentar um documento que visa regular todos os provedores de créditos digitais e, isto, vai permiti-lo licenciar e supervisionar os provedores.

Vale lembrar que, a lei do banco reestruturada em 2021, confere ao Banco Central do Quênia poder total para licenciar provedores no país e assegurar-se de que as suas práticas são justas. Além disso, também tem o poder de punir os provedores que violam a privacidade do consumidor.

Patrick Njoroge falou também da Estratégia Nacional de Pagamentos que, disse ser, uma estratégia que favorece consumidor, enaltencendo também o Quênia por ser o único país do mundo a criar tal estratégia. 

Quênia: Provedores de Créditos Digitais Devem Solicitar Licenças Até Setembro de 2022, Insta o Banco Central
Patrick Njoroge – Governador do Banco Central do Quênia

A Estratégia Nacional de Pagamentos, lançada em fevereiro do ano passado, foi apresentada como o modelo de como o país olha para a adopção e aplicação de novas tecnologias no sector financeiro.

Por fim, o governador disse ainda que todos os provedores de serviços de pagamento serão obrigados a implementar um sistema de reclamações que realmente funcione.


LEIA TAMBÉM


As Atualizações da Algorand Aumentarão a Velocidade e a Privacidade, diz o Fundador

Revista Time Lança Sua Primeira Edição Completa Como Um NFT

%d bloggers like this: