Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Ripple – A Antítese do Bitcoin | Bitcoin Angola

É bem conhecido por nós que uma das grandes características do Bitcoin é a descentralização, ou seja, não existe uma instituição que a controla e o seu valor é determinado somente pelo Mercado. O Bitcoin usa tecnologia peer to peer para operar desta forma, sendo que o gerenciamento de transações e a emissão da moeda são realizadas colectivamente pela rede.
Sabemos ainda, que ela é de código aberto; seu design é público, ninguém é dono nem controla o Bitcoin e todos podem participar. 
Estas características interessantes tornaram o Bitcoin na Criptomoeda que é hoje, Com uma capitalização de mercado de 163 Bilhões de Dólares, segundo o coimarketcap, uma vez, que trouxe ao mercado uma tecnologia bastante inovadora (Blockchain) que diminuiu “a dor de cabeça” de empresas e particulares nas transações de valores monetários bem como a tornou uma opção de investimento valioso, tornando o sistema financeiro actual bastante arcaico e dispendioso. 
Já era notável a crescente migração de empresas e particulares do sistema financeiro convencional para a rede blockchain, especificamente a do Bitcoin de modo a diminuir os custos de transações dos seus activos. Por mais que o Bitcoin seja uma prosa, ela não é de fácil manuseamento e, ser uma revolução para o sistema financeiro global começa aos poucos estar distante de acontecer com a chegada da Ripple.
A Ripple é praticamente a antítese do bitcoin, é uma criptomoeda centralizada pois, ela é controlada por uma empresa privada que responde pelo nome de Ripple Labs. A Ripple é uma plataforma para um sistema global de pagamentos. XRP é a criptomoeda que é trocada nesta plataforma de modo a facilitar as transações. O seu propósito é facilitar as transações financeiras entre países.
Podemos dizer então que a Ripple é um sistema de pagamento robusto em tempo real, de câmbio e rede de envio de dinheiro ou seja, um conceito que vai muito além do que de uma criptomoeda tradicional.
A Ripple é a solução para pagamentos globais, visto que surge na perspectiva de aumentar a velocidade e reduzir os custos de transação.
Ela surgiu especificamente para substituir a sociedade para Telecomunicações Financeiras Interbancárias Mundiais (SWIFT) que é usada actualmente para transferências bancárias internacionais. O SWIFT é basicamente uma rede de mensagens que transmite com segurança ordens de pagamento de um banco para outro. O SWIFT é apenas um canal de comunicação, e a grande questão é que ela está parada no tempo desde que foi criada em 1974. Então a Ripple é a concorrente direita da SWIFT.
Actualmente a Ripple está sendo usada e testada por instituições bancárias, mais de 100 instituições financeiras a nível do mundo apoiam esta criptomoeda incluindo nomes como Santander, American Express, e outros.
Esta visibilidade poderá tornar a Ripple muito mais valiosa no futuro do que já é hoje, com uma capitalização de mercado de 9 bilhões estando apenas atrás da Ethereum e do Bitcoin.
Será que em um futuro próximo ela poderá estar competindo a par com o Bitcoin?, bem, só o futuro mesmo poderá dizer mas, vale a pena investir.

Escreva o seu comentário