Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

NFTs – O que são e como funcionam

O universo da Blockchain tem surpreendido a cada dia, com opções de ativos digitais que prometem revolucionar o mercado. Assim como as criptomoedas ganharam espaço em estratégias de diversificação de ativos, agora um novo tipo de token tem chamado a atenção: os NFTs. Mas, afinal, o que são esses ativos e qual sua relação com Bitcoin e Ethereum?

Os (tokens não fungíveis) se tornaram uma tendência, prova disso é que, de 2020 a 2021, houve um aumento de 55% nas vendas pelas plataformas especializadas, celebridades, artistas e até jogadores de futebol entraram no hype desses ativos, que hoje valem milhões e são tratados como “obras de artes digitais”. Se você já possui criptomoedas, pode perfeitamente adentrar ao universo de tokens não fungíveis para diversificar seu portfólio mas antes, é preciso compreendê-los, a seguir, vamos te contar tudo que você precisa saber para comprar NFTs

O que são NFTs?

NFT é a sigla para non fungible token, ou em português, “token não fungível”, em outras palavras, que não pode ser copiado ou replicado. De maneira geral, eles funcionam como um certificado de autenticidade digital, cuja veracidade é registrada na blockchain, o grande “livro” do mundo cripto. No universo cripto, o token é uma representação digital de um bem, podendo ser uma moeda digital, uma imagem ou qualquer outro item. No caso dos NFTs, os tokens funcionam como ativos únicos e insubstituíveis. Logo, ao comprar um NFT, você detém a propriedade deste bem.

Os tokens não fungíveis são itens insubstituíveis, porque há apenas uma versão original disponibilizada de cada token da mesma forma que um quadro físico de Picasso é um item insubstituível, independentemente da quantidade de cópias geradas. É por isso que os ativos digitais associados aos NFTs valem tanto.

Um NFT é validado por meio de um certificado digital de propriedade, garantindo exclusividade ao dono do ativo. Esses códigos únicos não podem ser copiados, já que são armazenados em redes descentralizadas via smart contracts. A Rede Ethereum é a mais utilizada para a criação e transação dos tokens não fungíveis. 

Como comprar NFTs?

O processo de compra é simples: basta se cadastrar em uma plataforma, ter fundos suficientes em criptomoedas e adquirir o NFT desejado. Cada marketplace, no entanto, tem suas próprias características, e aceita ativos digitais diferentes, em geral, os NFTs são negociados em plataformas específicas, como OpenSea e Rarible. Embora seja possível comprar alguns tokens com moeda fiduciária (dólar, por exemplo), ter uma carteira de criptomoedas facilita e muito esse tipo de transação.

Como criar NFTs?

Assim como comprar, criar NFTs também é um processo muito simples. No caso da OpenSea, por exemplo, basta entrar na plataforma, conectar a carteira de criptomoedas e subir seu projeto. Pode ser imagem, vídeo, música ou um modelo 3D. A plataforma permite arquivos de no máximo 100 MB. Após subir o projeto, é possível também incluir nome e descrição, bem como fazer personalizações.

Como criar NFTs também envolve o uso da blockchain do Ethereum, é necessário pagar a taxa de gas (por isso a necessidade de conectar a carteira). Além disso, a OpenSea cobra 2,5% de comissão quando seu NFT for vendido. As outras plataformas, como Rarible, SuperRare, Nifty Gateway e Binance NFT, têm valores semelhantes.  

O que pode virar um NFT?

Quadros físicos e digitais, músicas, itens de jogos, memes, fotos de momentos do esporte, domínios de sites, vídeos e até posts em redes sociais podem virar tokens não fungíveis.

Diferenças entre NFTs e Criptomoedas

As criptomoedas, como o BTC e o ETH, são fungíveis. Se você enviar um Bitcoin para alguém, a pessoa poderá lhe devolver uma unidade da criptomoeda, e você continuará tendo o mesmo valor. As criptos também são divisíveis: ou seja, é possível enviar frações de BTC (chamados de satoshis) para alguém.

No caso de um NFT, no entanto, ele é único e indivisível. Não seria possível trocar o token não fungível de uma obra do pintor espanhol Pablo Picasso por outra igual, porque só existe uma. Além disso, não dá para transferir metade do quadro ou um terço dele para outra pessoa.


LEIA TAMBÉM


Bitcoin Valoriza Após o FED Anunciar Aumento de Taxa de Juros Básica

Os 7 Maiores Bilionários Perderam US$ 144 Bilhões Desde que o Bitcoin Atingiu o Recorde Histórico

%d bloggers like this: