Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Telegram Abandona Projeto Descentralizado TON e Gram Tokens Por Pressão do Governo Americano

O CEO do Telegram, Pavel Durov, partilhou uma mensagem no dia 12 de Maio anunciando que a empresa está a desistir do Telegram Open Network (TON) e dos tokens Gram após uma longa batalha com a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos.
Depois de anunciar a rede TON e o token Gram em 2017, o Telegram agora encerra oficialmente seu envolvimento com o projeto, disse Durov.


Durov argumenta que tribunal dos EUA quebra a soberania de jurisdições globais. No post, apelidado de “O que foi TON e porque acabou”, o CEO do Telegram disse que tomou a decisão em resposta a um tribunal dos EUA que proíbiu o Telegram de distribuir seus tokens Gram em qualquer lugar do mundo. Durov escreveu: “O tribunal dos EUA declarou que os Grams não poderiam ser distribuídos não apenas nos Estados Unidos, mas globalmente. Por quê? Porque, segundo ele, um cidadão dos EUA pode encontrar uma maneira de acessar a plataforma TON após o lançamento. Portanto, para evitar isso, o Gram não deve ser distribuída em nenhum lugar do mundo – mesmo que todos os outros países do planeta pareçam ficar perfeitamente bem com TON. ”

No post, Durov criticou explicitamente o envolvimento e os esforços do governo dos EUA para impedir o lançamento de um projeto baseado em princípios de descentralização, pioneiros em bitcoin  e Ethereum. Reiterando suas recentes observações negativas sobre os EUA, Durov escreveu que a comunidade global ainda depende dos EUA quando se trata de finanças e tecnologia. “Infelizmente, nós – os 96% da população mundial que vivem em outros lugares – dependemos dos tomadores de decisão eleitos pelos 4% que vivem nos EUA”, acrescentou.
O CEO do Telegram também enfatizou que a decisão judicial quebra a soberania das jurisdições em todo o mundo, dizendo: “Esta decisão judicial implica que outros países não têm soberania para decidir o que é bom e o que é ruim para seus próprios cidadãos. Se os EUA de repente decidissem proibir o café e exigissem que as cafeterias da Itália fossem fechadas porque algum americano poderia chegar lá – duvidamos que alguém concordasse. ” A mensagem foi partilhada por Durov em seu canal oficial.
E o que você pensa sobre essa proibição do governo americano sobre o projeto TON? Deixe a sua opinião abaixo nos comentários.

Escreva o seu comentário